Com tecnologia do Blogger.

Lena D'Água: se Maomé não vai à montanha...

terça-feira, 20 de setembro de 2011

É mais que sabido, mas não me canso de aplaudir a progressiva derrota de um paradigma que permeava o mundo da música, graças à internet. Com efeito, vamos deixando de estar subjugados à vontade das editoras (e do princípio que as rege: o lucro) para ter acesso à música. Há ainda inúmeras excepções, mas têm sido muitos os títulos que, embora totalmente indisponíveis no mercado, estão milagrosamente acessíveis na rede global.

Não são apenas os "piratas" (eu diria antes "benfeitores", isto é paixão pela música) que proporcionam este acesso; são também os próprios artistas que, cansados de esperar por decisões da indústria, accionam o curto-circuito e criam uma ligação directa com quem realmente importa: o seu público.

Foi o que aconteceu no passado mês de Julho, com um dos grandes ícones femininos do pop-rock português da década de 80. Num gesto surpreendente, Lena D'Água disponibilizou quase todo o seu espólio discográfico para download, no seu blogue.

No post intitulado Os Meus Discos (1979-2007), a cantora faz uma retrospectiva de toda a sua discografia, desde o single que assinalou a sua estreia em 1979, até ao registo ao vivo no Hot Clube de Portugal, Sempre (2007). Encontramos as capas e contracapas dos diversos álbuns e singles, alguns relatos em discurso directo e várias faixas disponíveis para download - álbuns quase inteiros, como Lusitânia (1984), Tu Aqui (1989) ou o raríssimo Sem Açúcar, disco de estreia dos Salada de Frutas, editado em 1980 pela Rossil e que nunca conheceu edição em CD. A qualidade de alguns ficheiros não será a melhor (copiada directamente do vinil), mas é certamente o melhor que se pode ter.

Com este tão louvável gesto de generosidade e desprendimento, Lena D'Água impediu que a sua música apodrecesse nos arquivos («se eu morrer a tempo, talvez os gajos arrisquem uma pequena edição, costuma funcionar») e trouxe-a de volta a quem de direito: todos nós.

É em nome desses "todos nós" que eu digo: obrigado, Lena!

8 comentários:

R 20 de setembro de 2011 às 23:37  

Muito fixe! Já agora convido para participar desta conferência: http://culturapirata2011.wordpress.com/
obrigado
rodrigo

Rui Clemente 21 de setembro de 2011 às 00:22  

Rodrigo, obrigado pelo seu comentário e convite! O meu lugar estaria garantido, não tivesse que trabalhar nesse dia :(
Mas farei a divulgação aqui no Casa.
Haverá algum registo das intervenções, ao qual poderemos ter acesso?

Um abraço e volte sempre,
Rui

Helena Águas 7 de abril de 2012 às 09:34  

:)))

atrasada mas cheguei!! abraços!! vou levar o teu texto para lá. merci ;**

Rui Clemente 9 de abril de 2012 às 11:00  

WOW! Helena, é uma honra ler o teu comentário, maior honra ainda ver o texto no teu blog :))
Muito obrigado!
Um grande abraço.

Lena Aguas 31 de dezembro de 2013 às 19:01  

o sem açúcar está todo aqui

abraços e feliz ano novo!!! ;)

Rui Clemente 6 de janeiro de 2014 às 10:26  

Que boa supresa, Lena! Muito obrigado!
Depois de ter ouvido o Sem Açúcar na íntegra, decidi escrever um artigo, que sera publicado no meu novo blogue. A seu tempo entrarei em contacto contigo :)
Um grande abraço e feliz ano novo!

Enviar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP